2010 - 2020

 

In the last few years she has developed an artistic practice where freedom and improvisation of matter are closely linked to a careful observation of the behavior of materials, setting rhythms and balances in the picture.

The informal game of shape recognition and intuitive control of order search, the relationship between the whole and the parts, are a means of resolving the plan where dynamic axis, forces and opposition tricks determine the dialogue and atmosphere of the pictorial field.

The dualism in the visual field is articulated with planned or nebulous atmospheres and levels of chromatic concentration or dispersion, based on the intrinsic relationship with the experience of being. A becoming that is stimulated by contrast of black and white and variations of flat shade, setting approach or removal, presence or absence in a geographical reference in exploring silhouettes.

Looking not to be limited to the support dimension and get off the visual field, creating a continuity between the pictorial plan and the near by space in accordance with a need for evasion.

The research strategy is phased and defined into three distinct procedural moments. Initially, the materials interact autonomously, however are subject to vigilance in order to reach a preliminary state. Then, the format is outlined and begins the composition of the visual field to culminate in the final ordering of space. It ends with farness and exploration of the wall surrounding space setting continuity and free reading. The intrinsic detachment to this process allows spontaneous evolution and new developments.

Her work reflects the unpredictability of the current historical moment context, the incessant search for balance and confrontation with different realities.

                                                                                     October 2015

Nos últimos anos tem vindo a desenvolver uma prática artística onde a liberdade e improviso da matéria estão intimamente ligados a uma observação atenta do comportamento dos materiais, configurando ritmos e equilíbrios na pintura.

O jogo informal de reconhecimento de formas e o controlo intuitivo de busca de ordem, na relação entre as partes e o todo, são um meio de resolução do plano onde eixos de dinâmica, forças e jogos de oposição determinam o diálogo e a atmosfera do campo pictórico.

A dualidade presente no campo visual é articulada com atmosferas planificadas ou nebulosas e graus de concentração ou dispersão cromática, tendo como base a relação intrínseca com a vivência do ser. Um devir que é estimulado através de contraste de branco e negro e da variação entre tons planos, configurando aproximação ou afastamento, presença ou ausência, numa alusão geográfica na exploração de silhuetas.

Procura não se limitar à dimensão do suporte e sair do campo visual, criando uma relação de continuidade entre o plano pictórico e o espaço próximo exterior de acordo com uma necessidade de evasão.

A estratégia de pesquisa é faseada e definida em três momentos processuais distintos. Numa primeira fase, os materiais interagem de forma autónoma, no entanto são alvo de uma vigilância com o intuito de atingir um estado preliminar. Seguidamente, o formato é delineado e inicia-se a composição do campo visual até culminar na ordenação definitiva do espaço. Finaliza com o afastamento e exploração do espaço envolvente da parede configurando continuidade e livre leitura. O desprendimento intrínseco a este processo permite a evolução espontânea e novos desenvolvimentos.

O trabalho reflecte o contexto da imprevisibilidade do momento histórico actual, a incessante procura de equilíbrios e confronto com realidades diversas. 

                                                                                    Outubro 2015

 

2000 - 2010 

During the previous years the artistic reasearch reflects an intuitive control of the relationship between the whole and the parts as well as aesthetic precision in pictorial solution.  

The dynamic configuration between stain and gesture, freedom and restraint, while opposition trick is predominant.The automatism of exploring silhuoettes articulates black and white contrast, shape and form recognition and grotesque figuration to achive a strong gestalt component in terms of the compositional solution.

The dichotomy between figuration and abstraction marked the transition to the informal game in newer works. Entropy gained relevance, rythms and axis combined with levels of chromatic concentration or dispersion solve the pictorial plan.

The evolutionary line for pictorial practice follows this idiosyncrasy. From the informal treatment of support and improvisation of matter to the expanded field of painting. Absorbing the inherent experience  in the external and internal environment. Articulating creative action, critical thinking and procedures reflection.

                                                                                     

Em anos anteriores a pesquisa artística reflecte um controlo intuitivo na relação entre as partes e o todo assim como precisão estética na solução pictórica. 

A configuração dinâmica entre mancha e gesto, liberdade e contenção, enquanto jogo de oposição, é predominante. No automatismo da exploração de silhuetas são articulados contraste de branco e negro, reconhecimento de formas e figuração grotesca configurando uma forte componente gestáltica na solução compositiva. 

A dicotomia entre figuração e abstracção marcou a transição para o jogo informal em peças mais recentes. A entropia ganhou relevância, ritmos e eixos de dinâmica aliados a graus de concentração e dispersão cromática resolvem o plano pictórico.

A linha evolutiva para a prática pictórica segue esta idiossincrasia. Do jogo informal no tratamento do suporte e improviso da matéria ao campo expandido da pintura.  Absorvendo a vivência inerente ao ambiente externo e interno. Articulando acção criadora, pensamento crítico e reflexão de procedimentos.